Quantidade de Páginas visitadas

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE PREVENÇÃO À DENGUE E PROMOÇÃO À VIDA




Diante do aumento dos casos de Dengue em nossa região, observou-se a necessidade de conscientização e prevenção alunos e comunidade através de ações que poderão contribuir para amenizar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti.


Como primeiras orientações foram verificadas todas as instalações da escola, bem como pátio e imediações.


-Reunião com professores para criação do Comitê de Prevenção à Dengue e Promoção à Vida.


-Repasse das ações de combate à Dengue a serem desenvolvidas pela escola, em reunião de pais.



Objetivos:


-Conscientizar que a ação mais simples de combate à Dengue é evitar o nascimento do mosquito e que para isto é necessário eliminar todo possível criadouro.


-Alertar a população de que as ações devem ser coletivas e que todos devem agir contra a Dengue.


-Incentivar a procura dos Postos de Saúde ao suspeitar da doença.


-Disseminar a toda a comunidade conhecimentos sobre como combater a Dengue.


Atividades desenvolvidas pelos professores e alunos sob orientação da Direção e Equipe Pedagógica.


-Aulas Expositivas e filmes de conscientização.






 

-Leitura de textos informativos: “Como identificar o Aedes Aegypti”, “Como perceber os sintomas da Dengue”, “Como acabar com os focos do mosquito da Dengue”.


-Confecções de cartazes de incentivo ao “Combate a Dengue” para serem distribuídos à comunidade.






-Pesquisa, exploração oral e escrita sobre o tema.


-Amostragem de fotos impressas para identificação do mosquito.


-Ilustração reflexiva de ambiente.






-Montagem de murais para conscientização destacando os perigos da doença.


-Confecção de “Mosquitos da Dengue” a partir de sucata para promover simbolicamente o “Dia da Eliminação total do Aedes Aegypti”.


-Mediação de Paródia de Combate à Dengue, reproduzindo ditados populares.


-Pinturas, ressaltando cuidados necessários para evitar a proliferação do mosquito.






-Debate e resolução de cruzadinha: “Eliminação de possíveis criadouros”.





Ressaltamos que estas ações estarão sendo desenvolvidas durante o ano letivo, seguindo o Plano de Ações de Combate à Dengue.



QUIZ DA DENGUE





Trabalho de leitura (grupos) envolvendo conhecimentos gerais e atuais sobre a doença através de um QUIZ contendo dez questões de múltipla escolha. Em seguida foram conferidas as respostas corretas e comentadas as explicações para cada uma.







DENGUE


Algumas regiões do Brasil entraram em estado de emergência na última semana devido à proliferação de casos de dengue. Saiba mais sobre esta doença fazendo o quiz e previna-se.


1-Pesquisa da Universidade Estadual Paulista (Unesp), de São José do Rio Preto, revelou que cafeína pode ajudar a acabar com o Aedes aegypti. Segundo o resultado:




O mosquito sofre de gastrite crônica.




A adição da substância na água não deixa a larva se desenvolver.


Pessoas que bebem muito café são imunes ao Aedes aegypti.




O cheiro da fruta do café mata os mosquitos.




O mosquito que ingere café fica hiperativo, voa sem parar e acaba por morrer de exaustão.



2-Apesar de ser uma doença epidêmica, é possível reduzir sensivelmente o número de casos com ações simples. Todas as opções abaixo são formas de conter a proliferação do mosquito transmissor da dengue, exceto:



Colocar garrafas e vasilhames com o bocal virado para baixo.




Manter a caixa d’água sempre tampada.




Não deixar água acumulada em lajes e calhas.




Encher de areia os pratos de vasos de flores.




Não deixar lama acumulada no meio-fim em frente de casa.



3- Alguns remédios contêm o aviso: “Este medicamento não pode ser usado em caso de suspeita de dengue”. São remédios que funcionam no organismo como anticoagulantes – característica também comum da dengue. Esses medicamentos:



Diminuem a produção de glóbulos brancos.




Aumentam a produção de glóbulos vermelhos.




Diminuem a produção de glóbulos vermelhos.




Diminuem a produção de plaquetas.




Aumentam a produção de plaquetas.



4- É bom ficar de olho nos sintomas da dengue. Todas as opções abaixo são sintomas, exceto



Dor abdominal.




Vômito.




Dor de cabeça.




Cegueira temporária.




Diminuição da quantidade de urina.



5- Segundo a OMS, a proliferação de casos de dengue nos últimos 55 anos se deve, entre outros, à urbanização, ou seja:



Ao afastamento populacional de zonas rurais para cidades.




Ao afastamento populacional de cidades para metrópoles.




Ao afastamento populacional de metrópoles para cidades.




Ao afastamento populacional de cidades para a zona rural.




Ao empobrecimento de metrópoles.



6- De acordo com relatório de 2009 da Organização Mundial da Saúde, agência especializada da ONU, o número de casos de dengue cresceu de 908 na segunda metade da década de 1950 para 925.896 no período entre 2000 e 2007. Arredondando os números, podemos dizer que o aumento foi de:



10%.




100%.




1000%.




10000%




100000%.



7- O Aedes aegypti é parecido com o pernilongo comum, mas há diferenças que podem identificá-lo. Uma delas é:



Corpo escuro e rajado de branco.




Corpo claro com círculos escuros.




Zunido mais agudo.




Zunido mais grave.




Corpo ovalado, em formato de feijão.



8- Como a dengue é transmitida?



Pela picada do macho do mosquito Aedes aegypti.




Pela picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti.




Pela picada tanto do macho quanto da fêmea do mosquito Aedes aegypti.




Pela picada do barbeiro macho contaminado pelo protozoário Trypanosoma cruzi.




Pela picada do barbeiro fêmea contaminado pelo protozoário Trypanosoma cruzi.



9- No Brasil todo, há mais de 107 mil casos suspeitos de dengue em 2011. Contudo, a doença não é uma exclusividade brasileira. Ela ameaça 2,5 bilhões de seres humanos e ocorre em países da região tropical, ou seja, aqueles que estão situados:



Entre o Trópico de Capricórnio e a Linha do Equador.




Entre o Trópico de Câncer e a Linha do Equador.




O Trópico de Capricórnio e o Trópico de Câncer.




No Meridiano de Greenwich.




O Círculo Polar Ártico e o Círculo Polar Antártico.



10- O Amazonas é o estado mais afetado pela dengue neste ano. Até o dia 9/3, registrou quase 20 mil pessoas doentes. Sua capital é a cidade com a maioria dos casos. Qual é a capital do Amazonas?



Manaus




Amazônia.




Rio Branco.




Rondônia.




Parintins.


A adição da substância na água não deixa a larva se desenvolver.


Adicionar borra de café no pratinho das plantas – quatro colheres de sopa para cada copo d’água – já é uma prática bastante comum para evitar o desenvolvimento da larva, mas os pesquisadores descobriram que a cafeína é o motivo para a morte dos filhotes. Isso porque a larva se intoxica ao ingerir a cafeína presente na borra do café.


Não deixar lama acumulada no meio-fio em frente de casa.


Para evitar que o mosquito da dengue se procrie, é necessário restringir o acúmulo de água limpa – e não lama, por exemplo – nos possíveis focos, como pneus, garrafas, vasilhames etc.


Diminuem a produção de plaquetas.Assim como o ácido acetilsalicílico presente em alguns medicamentos, a dengue diminui a produção de plaquetas, responsáveis pela coagulação. Assim, o remédio com este ácido potencializa o efeito da doença e pode provocar sangramento e eventualmente levar à hemorragia.Cegueira temporária.Os sintomas mais comuns da dengue são dores abdominais, vômito, sangramentos (principalmente pelo nariz), desmaios, falta de disposição, falta de ar, diminuição da quantidade de urina e queda de pressão.Ao afastamento populacional de zonas rurais para cidades.




A urbanização consiste no distanciamento das características rurais em favor de características urbanas. Em outros termos, significa a redistribuição das populações das zonas rurais para centros urbanos.


100000%


Considerando 900 e 900.000, o aumento foi de 100000%. Segundo o relatório, “a dengue é a mais doença viral por picada de mosquito que se transmite mais rapidamente no mundo”. A OMS também constatou aumento no número de países com incidência de dengue: de menos de 10 em 1955 para mais de 60 em 2007.


Corpo escuro e rajado de branco.


O Aedes aegypti tem o corpo mais escuro que o pernilongo comum além de faixas brancas. Outra característica é seu hábito: o Aedes aegypti costuma picar durante o dia.


Pela picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti.


A dengue é transmitida pela picada da fêmea contaminada do mosquito Aedes aegypti – o macho, por sua vez, alimenta-se exclusivamente de seiva e, por isso, não pica seres humanos. Durante a vida do mosquito fêmea – cerca de 45 dias –, ele pode contaminar até 300 indivíduos.


O Trópico de Capricórnio e o Trópico de Câncer.


A região tropical é aquela que compreende todos os países entre o Trópico de Capricórnio e o Trópico de Câncer. Seu centro é a Linha do Equador. Em toda a região tropical o sol incide em um ponto diretamente acima pelo menos uma vez durante o ano solar.


Manaus


Com mais de 14 mil casos de dengue entre janeiro e março, a capital Manaus é a cidade mais afetada do Amazonas, estado que já conta quase 20 mil ocorrências, um novo recorde estadual - em 2001, foram 19 mil.










Validador

CSS válido!

Secretaria de Estado da Educação do Paraná
Av. Água Verde, 2140 - Água Verde - CEP 80240-900 Curitiba-PR - Fone: (41) 3340-1500
Desenvolvido pela Celepar - Acesso Restrito